Bem-vindo à documentação Pagar.me

Aqui você vai encontrar guias e exemplos para te ajudar
a integrar com a melhor API de Pagamentos do Brasil!

Começar

Você também pode buscar ou navegar pelas categorias

Entendendo os conceitos

A integração com Pix através do Pagar.me requer que o lojista tenha conta transacional em um dos participantes direto do arranjo, para que seja possível repassar os dados na requisição e criação do QR Code.

O que é o Pix?

Pix é um sistema desenvolvido pelo Banco Central disponibilizando uma nova forma de realizar pagamentos, transferências e recebimentos.

Nesse novo arranjo de pagamento foi desenvolvido o Sistema de Pagamentos Instantâneos (SPI) que é a infraestrutura centralizada e única para liquidação de pagamentos instantâneos entre instituições distintas no Brasil. Esse será o sistema utilizado, onde as transferências de moedas eletrônicas entre os participantes do arranjo podem ocorrer 24 horas por dia em tempo real.

Dentro das propostas de melhorias que justificam a necessidade da criação do Pix vale destacar para o varejo o aumento de eficiência do mercado, segurança e uma experiência mais fluida para o cliente.

Para mais informações sobre o arranjo: Banco Central do Brasil

O que são as chaves do Pix?

O processo usual que temos, pensando no cliente pagador, para realizar uma transferência entre instituições financeiras se baseia em um conjunto de dados de identificação da instituição de recebimento, identificadores da conta e de dados pessoais.

Pensando em uma proposta de experiência mais simples para os usuários do novo sistema e em como esse mesmo usuário pode direcionar seus recebimentos de forma mais simples e com pouca informação criou-se o Diretório de Identificadores de Contas Transacionais (DICT).

A proposta do DICT para simplificar esse processo é ser um serviço do arranjo Pix que permite atrelar todo esse conjunto de informações utilizados atualmente à algumas "chaves fortes" de utilização mais comuns como e-mail, documento e número de telefone.

Para o processo de recebimento transacional de uma venda a instituição financeira do arranjo é o próprio Pagar.me, sendo assim, não será necessário nenhuma informação adicional ao seu cadastro.

Para o processo de informações será utilizada somente a “Chave Aleatória” prevista pelo arranjo Pix formada por caracteres aleatórios, sem a necessidade de usar nenhum dado pessoal.

A chave aleatória será a chave forte que indica a sua conta dentro do Pagar.me.
Dessa forma as informações retornadas pelo DICT permitem ao pagador confirmar a identidade do recebedor, proporcionando uma experiência mais fácil e segura no pagamento de uma venda.

A chave aleatória será criada por nós assim que o contrato/aditivo específico do Pix for firmado.

Como Funciona

Uma compra com Pix segue o seguinte fluxo proposto pelo BACEN:

O provedor de inicialização de pagamento irá disponibilizar um QR Code com os dados bancários do recebedor e dados do produto ofertado.

O pagador deve possuir uma conta em um prestador de serviço de pagamento (PSP) , um celular e o aplicativo do PSP instalado no aparelho.

O pagador deverá realizar o scaner do QR Code, com aplicativo do PSP e aceitar a transferência solicitada.

Após confirmação, o PSP irá realizar a transferência de fundos via novo sistema de pagamentos instantâneos.

Posteriormente o receber será notificado de que o valor foi transferido para sua conta.


Como criar uma venda com Pix no Pagar.me?

O Pagar.me realizar o papel de intermediador pagamentos, sendo assim, recebemos os dados enviados pela loja e fazemos a comunicação com os emissores e fintechs.

Para criar uma transação com Pix basta o lojista informar o meio de pagamento Pix na criação de um pedido e sua data de expiração,

O Pagar.me irá realizar a criação do pedido e a comunicação com os demais participantes da cadeia.
A resposta recebida pela Pagar.me é repassada ao lojista e assim ele tem acesso ao QR code para inicializar o pagamento.

Posteriormente iremos receber o retorna da transação e informar, através de nosso webhook, que o pedido foi pago com sucesso.

Atualmente, em uma transação com Pix, via API Pagar.me, é possível realizar as seguintes ações:

Transferência: Creditar o dinheiro pago pelo cliente para a sua conta em tempo real.

Estorno: O estorno pode contemplar o valor total da venda ou ser apenas parcial sem limitação de vezes nesse processo, respeitando o valor integral da transação.

Split de Pagamento: É possível realizar transações via PIX com dois ou mais recebedores através da funcionalidade de split.

De acordo com o arranjo Pix existe um prazo limite de 90 dias após a data de conciliação para que seja solicitada uma devolução, sendo impossível realizá-la após esse período.

Saiba mais sobre pagamentos com Pix através de nossa API Reference!

Updated about a month ago


Pix


Suggested Edits are limited on API Reference Pages

You can only suggest edits to Markdown body content, but not to the API spec.